terça-feira, 26 de março de 2013

A arte do compartilhar...

Vocês já devem ter ouvido falar no poder que a arte tem. Algumas pessoas podem não acreditar, mas esse poder é real! O final de semana, em Salto, foi palco de uma celebração, que reuniu algumas modalidades artísticas no Pavilhão. Foram dois dias de apresentações. Muitas e muitas pessoas vieram de longe para prestigiar. Domingo, porém, choveu exatamente na hora que o espetáculo seria reprisado. Parte da plateia se foi, na tentativa de se proteger dela. Porém, boa parte permaneceu, debaixo de toldos, arquibancadas e demais refúgios improvisados. Cenário prejudicado, palco ensopado, luzes apagadas, som desligado. Mesmo depois do cessar das águas, o local não aparentava que receberia a tão esperada reapresentação... Foi neste momento que a magia aconteceu: pouco a pouco, os músicos da Banmets Salto foram se encontrando sobre os bancos da plateia,já entoando sons e canções instrumentais. Ainda com as vestimentas de época, os "soldados" se formaram oficialmente e, no escuro, atentos às coordenadas do maestro Eduardo, fizeram um espetáculo a parte! De repente, quando se percebeu, todos estavam alí: músicos e plateia, compartilhando a arte, reunidos informalmente sobre os bancos do Pavilhão, como numa prece musicada. Os momentos de magia cultural foram ampliados e intensificados. Os músicos, mesmo no escuro, ganharam o palco e fizeram dos olhos da plateia um espelho, onde todos podiam fazer parte daquela oração. Impossível não ter os olhos marejados! Sem dúvidas, para mim, foi o momento supremo, talvez o mais sublime do final de semana! Esse é o poder da arte! O poder de agregar, de compartilhar, de fazer o bem em coletivo. Não há competição! Não há melhor, nem pior! Há o todo! Há essa energia que contagia, que emociona, que se expande, que energiza!!! Banda, agradeço muito por poder ter presenciado esse agrado. Agradeço muito em perceber a pura arte surgindo e contaminando as crianças e os jovens de Salto! Agradeço por fazer parte dessa comunidade tão rica em cultura, em expressão e em garra! Continuem em frente! Vocês são especiais, sensíveis e verdadeiros artistas!!! (Foto: Gui Brito)